Novo vídeo documenta desenvolvimento de tecnologia aeroespacial que teve contributo do INEGI

23-09-2019
Estreou hoje o vídeo que documenta o processo de desenvolvimento da tecnologia Deployable Large European Antenna (LEA), que contou com a contribuição do INEGI. Veja-o abaixo, ou clicando AQUI.

Concebido, desenvolvido e testado por mais de 500 especialistas dedicados de 15 empresas oriundas de 7 países europeus, o projeto é uma iniciativa única que promove a independência europeia no espaço.

“As missões espaciais para fins no campo da navegação, telecomunicações, ou observação da terra estão a crescer em termos de complexidade, tecnologia e velocidade”, explica o consórcio, no documento de apresentação do projeto. “Por esta razão é essencial garantir que as tecnologias necessárias estão disponíveis na Europa, para diminuir a dependência externa, e consequente perda participação no mercado e perda de soberania política”.

Uma das tecnologias considerada crítica é o "Large Deployable Reflector (LDR)", uma solução que pode ser acomodada em satélites e que, em proporcionalidade com o seu tamanho, oferece mais sensibilidade e resolução na comunicação e obtenção de dados.

Com base nestas premissas, o consórcio WeLEA propôs-se a agregar as tecnologias já desenvolvidas pelos seus vários membros, recorrendo a outras entidades europeias para preencher as lacunas existentes, e assim formar uma equipa europeia para desenvolver uma solução totalmente dentro de fronteiras.

O consórcio, liderado pela HPS Germany, incluí a colaboração do INEGI que teve a seu cargo todo o projeto mecânico, fabrico e montagem dos ground support equipments (GSE’s) necessários para a realização de testes e para a validação dos vários sistemas.

O INEGI é também responsável por realizar, nas suas instalações, os testes de deployment e distorção térmico-elástica (thermo-elastic distortion - TED) ao sistema articulado de suporte do refletor (ABDS), com o intuito de avaliar em terra o desempenho e a robustez do sistema antes do lançamento para o espaço.

O consórcio, em comunicado, salienta que a tecnologia desenvolvida é “um ativo tecnológico inestimável para traçarmos o nosso próprio caminho em direção ao conhecimento, um pré-requisito indispensável para tornar este mundo melhor e mais sustentável”.


INEGI
Universidade do Porto
CONTACTOS E LOCALIZAÇÃO
Linkedin Facebook Youtube Twitter
© INEGI 2011 | Política de Privacidade