Indústria aeronáutica: INEGI desenvolve projeto com parceiros chineses

04-07-2018
O projeto NANOPOL resulta de um concurso de cooperação promovido entre a Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT) e o Departamento de Cooperação Internacional do Ministério da Ciência e Tecnologia da República Popular da China (MOST). O objetivo centra-se no “desenvolvimento de novos polímeros nanoestruturados, com capacidade de condução elétrica, para aplicações de alto desempenho, como por exemplo na indústria aeronáutica”, explica Pedro Moreira, diretor da área de ótica e mecânica experimental do INEGI.

Ao INEGI cabe a responsabilidade de realizar uma extensa campanha experimental dedicada à avaliação das propriedades mecânicas e elétricas dos novos materiais em estudo. Pedro Moreira realça que “esta avaliação, realizada através de ensaios regidos por normas aeronáuticas, representa um passo determinante no momento de decidir se os novos polímeros nanoestruturados podem ou não avançar para a fase de implementação no mercado”.

O projeto NANOPOL reforça a colaboração entre o INEGI e o Centro de Compósitos AVIC, na China, iniciada durante o projeto H2020 – ECOCOMPAS, igualmente fruto de uma relação de parceria. No contexto desta aproximação ao mercado chinês, o INEGI participou, no passado mês de junho, no terceiro Fórum Sino-Português de Inovação em Materiais Avançados na cidade de Hangzhou, uma das maiores cidades industrializadas da China.

INEGI
Universidade do Porto
CONTACTOS E LOCALIZAÇÃO
Linkedin Facebook Youtube Twitter
© INEGI 2011 | Política de Privacidade