Novo altar do Santuário de Fátima construído com o contributo do INEGI

09-05-2017
O Santuário de Fátima construiu um novo altar no recinto de oração, que integra uma cobertura para a qual o INEGI deu o seu contributo, como responsável pelo projeto de especialidade e monitorização do processo produtivo dos componentes em material compósito, assegurando que estes têm as propriedades mecânicas desejadas, de acordo com o seu dimensionamento.

Com um design extremamente fino e uma dimensão de 20 metros por 30 metros, esta cobertura tornou o seu projeto num desafio, sendo necessário utilizar materiais compósitos de fibra de vidro devido às suas características particulares, como a elevada resistência específica e a facilidade de moldação para a geometria pretendida.

O INEGI acompanhou também a montagem dos componentes no local do altar, de modo a assegurar que os cuidados de manuseamento dos materiais utilizados eram respeitados e que as ligações estavam de acordo com o projeto, isto é, capazes de manter a integridade da estrutura quando sujeita a condições climatéricas adversas.

O Santuário de Fátima iniciou a construção do novo altar do recinto de oração em março de 2015, para substituir o anterior, inaugurado em 1982 por ocasião da primeira visita do papa João Paulo II a Fátima, que sempre foi assumido como sendo provisório. Com capacidade para 120 concelebrantes, o novo altar desce 2,4 metros na escadaria face ao anterior, ficando mais perto da assembleia.

O Presbitério é uma construção completamente nova, cujo projeto foi desenhado pelo arquiteto grego Alexandros Tombazis, o mesmo autor do projeto da Basílica da Santíssima Trindade, e pela arquiteta Paula Santos. Pretende-se que quer o conjunto, quer cada um dos elementos individualmente sejam interpretados como uma obra de arte, com integração harmónica no espaço envolvente.

A construção do novo altar esteve a cargo da Mota Engil S.A., tendo sido a produção dos elementos compósitos subcontratada à Poliexport Lda..

INEGI
Universidade do Porto
CONTACTOS E LOCALIZAÇÃO
Linkedin Facebook Youtube Twitter
© INEGI 2011 | Política de Privacidade | Ver mapa do Site