Energia Eólica: Estudo com participação do INEGI destacado na Revista Nature

22-02-2017
O projeto Perdigão – retratado também em reportagem do jornal Público – pretende ser responsável pelo mapeamento de vento mais detalhado do mundo. Está integrado no projeto New European Wind Atlas (NEWA) que tem como objetivo a criação do Novo Atlas Europeu do Vento, como o próprio nome indica.

Como se lê no artigo da Revista Nature, os próximos meses vão ser passados a medir um conjunto de grandezas capazes de caracterizar a meteorologia na região, com particular incidência na velocidade e direção do vento, com um detalhe sem precedentes. O objetivo é caraterizar o escoamento atmosférico em terrenos complexos, para ajudar os investigadores a melhorar os modelos de computador atmosférico e permitir que os engenheiros decidam onde colocar turbinas eólicas de modo a obter maior rendimento energético.

Os resultados do projeto Perdigão devem ainda contribuir para melhorar modelos de dispersão atmosférica, essenciais para estimar a evolução da diluição de agentes poluentes atmosféricos criar novos modelos de decisão para a operação de drones e aviões no ar em terreno montanhoso.

Atualmente, 11% da energia total da Europa é proveniente do vento, no entanto uma mudança de apenas 10% na velocidade do vento pode alterar a quantidade de energia produzida até 30%. A caraterização do vento é tipicamente mais difícil em regiões montanhosas ou florestadas, daí a relevância dos dados que estão a ser extraídos em Perdigão.

INEGI
Universidade do Porto
CONTACTOS E LOCALIZAÇÃO
Linkedin Facebook Youtube Twitter
© INEGI 2011 | Política de Privacidade | Ver mapa do Site