INEGI DESENVOLVE PORTA EM MATERIAL COMPÓSITO EM COLABORAÇÃO COM JAGUAR LAND ROVER

10-02-2017
O INEGI integrou o projeto europeu ENLIGHT - Enhanced Lightweight Design, financiado pela União Europeia em cerca de 7 milhões de euros, que teve como objetivo global desenvolver soluções viáveis e sustentáveis para a produção de veículos elétricos (até 50 000 veículos anuais).

O projeto foi desenvolvido por um consórcio de 22 parceiros, coordenado pelo FRAUNHOFER-LBF, formado por empresas como a Volkswagen, Renault, Volvo, Fiat e outras organizações.

No âmbito deste projeto o INEGI desenvolveu, em parceria com a Jaguar Land Rover, um protótipo de uma porta em material compósito reforçado com fibra de carbono, para integração no conceito de veículo elétrico desenvolvido. A contribuição do INEGI envolveu estudos de seleção e ensaio de materiais compósitos, biomateriais e juntas de materiais heterogéneos com adesivos estruturais, bem como a definição das equações constitutivas dos materiais selecionados e sua validação através de simulação numérica de vários módulos da carroçaria do veículo e, em especial, da referida porta.

A construção do protótipo da porta foi feita em duas fases: simulação numérica do comportamento da porta para vários cenários de solicitação, definidos pela Jaguar Land Rover, e comparação do seu desempenho com uma porta de referência em liga de alumínio, de modo a validar o design proposto; e produção e montagem do demonstrador.

O desenvolvimento e fabrico do protótipo permitiu demonstrar a viabilidade técnica, de utilização de materiais compósitos reforçados com fibra de carbono e matriz termoplástica e processos de fabrico. O envolvimento do INEGI foi fundamental para efetuar a prova de conceito da porta, através da qual foi possível conseguir uma redução de peso que atingiu os 40%, em relação à porta de referência. Deste modo, contribui-se para atingir a meta global do projeto de diminuição das emissões de gases de efeito de estufa de veículos que venham a incluir este tipo de portas.

Em balanço, pode dizer-se que o ENLIGHT contribuiu para melhorar as capacidades de projeto do ecossistema automóvel, alavancando o já elevado grau de excelência Europeu com a criação soluções e abordagens dedicadas ao sector, capazes de potenciar o uso e a integração funcional dos compósitos avançados em particular na futura geração de veículos elétricos. Nesse contexto, destacam-se os resultados alcançados demonstração da viabilidade dos processos de fabrico desenvolvidos pelo INEGI, na simulação numérica, nomeadamente no comportamento micromecânico dos materiais anisotrópicos, e os avanços conseguidos nas juntas adesivas e tecnologias complementares em juntas heterogéneas nomeadamente de compósitos termoplásticos, compósitos termoendurecíveis ou metais (fundidos ou forjados). De salientar que estas combinações de compósitos apresentam total funcionalidade para carregamento em colisão, em qualquer condição climatérica, garantindo fiabilidade ao longo de todo o ciclo de vida.

INEGI
Universidade do Porto
CONTACTOS E LOCALIZAÇÃO
Linkedin Facebook Youtube Twitter
© INEGI 2011 | Política de Privacidade | Ver mapa do Site